sexta-feira, 18 de abril de 2008

Ver estrelas

Ilumina inesperadamente
o azul em pontilhados incandescentes,
ignorante dos sonhos
humanos,
Seu caminho trilha.
Mas os segundos aparecentes,
que os olhos num piscar captam,
são suficientes
para
nos corações em
fogo,
quase morto,
incendiar repentinamente
desejos,
a cadente estrela solitária.

See stars

Lights unexpectedly
in the bluespotted incandescent,
ignorant of dreams
human,
His path trail.
But the aparecentes seconds,
that in the eyes bites capture,
are sufficient
to
in the hearts
fire,
almost dead,
suddenly ignite
desires,
shooting the lone star.

2 comentários:

Luua disse...

Ai achei linbdo demaais!!

*_*


perfeeito!


http://euamonutella.blogspot.com/

Tiago Herlkeson disse...

Nuss, suas palavras foram mt boas, parabéns....Seus textos são bem criativos....ainda bem que li hoje seu blog, tava precisando mesmo ler algo de bom.....
Bjão e se cuida .....


Viajante,
Não sou poetisa ou poeta.
Mas as palavras merecem um espaço além dos pensamentos,
do aquém túmulo da boca.
Depois de anos guardando-as, depois de incentivos amigos,
Ei-las aqui para quem as desejar ler, rechaçá-las,
guardá-las ou apenas fazer uma visita
ao espaço das palavras inquietas, assanhadas
amantes, amadas e
solidárias. Na verdade, apenas minhas palavras.
Aos que se aventurarem em sua companhia:
Boa Viagem!!!!!


Traveller,

I am not poet.
But the words deserve a space beyond the thoughts,
below the mouth of the tomb.
After years of saving them, after incentives friends,
Hey them here for those who want to read, rejected them,
save them or just make a visit
the area of words worried, exceted
lovers, and loved
solidarity. Actually, just my words.
For those who venture into whether his company:
Good travel !!!!!!!!!!